NOTÍCIAS

VISTORIA NA CTCB
05/08/2020

 A VISTORIA NA CTCB, PELO EXÉRCITO DIA 31.07.2020, 6ª. F, NÃO APRENDEU NENHUMA ARMA OU PEÇA DE ARMA PERTENCENTE A CTCB. É MENTIRA DA GLOBO LIXO.

EM ANEXO VOCÊS PODEM  VERIFICAR A NOSSA FOTO DO MATERIAL ANTIGO, GUARDADO HÁ 12 ANOS NO COFRE, TODO DOCUMENTADO, CONFORME PROVAM OS ANEXOS.

ENUMERAMOS CADA ITEM E COLOCAMOS A RELAÇÃO DE DOCUMENTOS, COM AS DEVIDAS AUTORIZAÇÕES DO EB.

Tudo foi apresentando na hora para o Oficial, mas este recebeu orientação pelo telefone para apreender, em nome de Fernando Humberto H Fernandes, apesar de serem propriedade da empresa Militaria.

PORTANTO A APREENSÃO DESTE MATERIAL TOTALMENTE DOCUMENTADO É ATO DE ABUSO, NA NOSSA VISÃO JURÍDICA.

DESCOBRIMOS, TAMBÉM, PARA SURPRESA UMA ORDEM DE PRISÃO TIRADA DO FUNDA DA CARTOLA.

Trata se da acusação  de um  crime de calúnia,  por um  General , que posteriormente se sentiu ofendido pela petição  do advogado,  no exercício de sua função. Crime civil que foi levado para justiça Militar. Prescrito em Março de 2019. Mas apesar do Presidente da CTCB residir no exterior, o que a lei determina uma  rogatória, e estando prescrito, o próprio MPM apontando o erro, foi expedido sem ninguém tomar conhecimento. Entramos com o HC no STF  contra este absurdo. Além de prescrito é nulo pela Súmula Vinculante 36 do STF. Ficamos desconfiados se não é uma tentativa de desmoralizar aquele que denuncia corrupção e abusos no EB, e prova.

A frase do advogado no exercício da profissão foi :

‘’ O ato de delongar pode ser considerado crime de prevaricação, a critério do MPM e MPF’’.

Com esta frase o General usando a Justiça Militar acusou o advogado no exercício da profissão.

A OAB tão política não fez nada. E até hoje nada fez.

 

Também desconfiamos que tentam envolver o  Dr Fernando Humberto H Fernandes com o ex-Chefe do SFPC para tentar desmoralizá-lo. A CTCB e Fernando Humberto não tem ligação com o TC Almeida e nunca foram privilegiados.

Vejam que o Termos de Vistoria esta colocado em nome pessoal, quando todo o material pertence a empresa  www.militaria.com.br  , e vocês podem verificar no lado superior direito a notícia da fabricação dos ferrolhos da Sig Sauer P250 , no Brasil, e dos Supressores. Portanto público.

Por último, a CTCB na pessoa do advogado Fernando Humberto, que tem defendido por todos estes anos os CACs, foi e será testemunha técnica de qualquer CAC filiado, vez que além de fazerem distorções em inquéritos e ações criminais contra os CACS não entendem nada.  Nem estes supostos peritos.


Link 1 - Auto de Apreensão

Link 2 - Anexos

Link 3 - Foto 1

Link 4 - Foto 2


fonte: ctcb